Novos tempos para a economia do Brasil

novembro 29 2018

Na última semana a Confederação Nacional do Transporte – CNT divulgou a nova edição do seu boletim de Conjuntura Econômica. O estudo analisa os resultados da economia do Brasil e do setor de transporte, os impactos da política de precificação dos combustíveis adotada pelo governo federal e as projeções do desempenho do Brasil para os próximos meses.

Segundo análise do boletim, a economia avançou a uma taxa média de 1,1% nos últimos seis trimestres, o que indica o ritmo lento de crescimento abaixo do necessário para que se retome o desenvolvimento e a expansão econômica. Isso limita a demanda por serviços de transporte e faz o setor também apresentar baixos níveis de atividade.

Ainda de acordo com o estudo, a paralisação dos caminhoneiros autônomos também teve influência sobre esse resultado já que impactou sobre o Produto Interno Bruto – PIB por ocasionar quase 10 dias de desabastecimento.

Para mudar esse cenário, a CNT defende a criação de um programa de investimentos em infraestrutura, para isso é importante solucionar dificuldades reconhecidas, como a restrição fiscal, o adiamento de investimentos das empresas e incertezas nos programas de concessões.

Diante da importância que o transporte rodoviário de cargas tem para a economia nacional, o que o setor espera que é os novos governos, federal e estadual, trabalhem para que todos os setores produtivos possam crescer e alavancar o desenvolvimento do país. Com o trabalho e dedicação de todos, novos e bons tempos virão!

Write a Reply or Comment